História

Cassels e o Torne (1874-1894): Breve cronologia


DATAS
EVENTOS
Inícios séc. XIX

· Primeiras referências a cerimónias religiosas “evangélicas”, distribuição de Bíblias em língua portuguesa, etc. no nosso País.

1839

· Uma capela anglicana é aberta em Lisboa, por Vicente Gómez y Togar. É o primeiro templo cristão não-católico romano destinado a portugueses (uma vez que as comunidades estrangeiras – ingleses e alemães – dispunham de templos próprios.

1845

· Na Madeira, Robert Kalley funda a Igreja Presbiteriana do Funchal.

1862

· Primeiras notícias do trabalho de “colportores” (vendedores de Bíblias e outra literatura religiosa) em Portugal.

1866

· Eventualmente na sequência do trabalho de alguns colportores no Porto e em Vila Nova de Gaia, Diogo Cassels, um jovem industrial de 22 anos residente em Paço de Rei, começa a fazer reuniões evangélicas em sua casa

1868

· O Rev. Angel Herreros de Mora, um padre anglicano, celebra a Eucaristia em Gaia, segundo o rito anglicano, em casa ou na própria fábrica de Cassels. Este acontecimento esteve na base da posterior prisão e julgamento de Diogo Cassels, por alegadas ofensas à fé católica

1868, Outubro 18

· Inauguração da Capela do Torne, construída por iniciativa e com grande envolvimento financeiro de Diogo Cassels. 
· Os primeiros serviços religiosos eram em língua inglesa, começando no entanto a celebrar-se em português a partir de 1870. 
· A igreja funcionava também como escola elementar nos dias de semana.
· Cassels pede apoio religioso – oferecendo a capela e solicitando o envio de um clérigo – à “Sociedade Wesleyana” de Londres, ou Igreja Metodista, um movimento de renovação de pendor mais evangélico que se autonomizou da Igreja de Inglaterra.

1871

· Chega ao Porto o missionário metodista Robert H. Moreton, que começa desde logo a trabalhar com Cassels

1874

· A Igreja Metodista do Porto foi fundada e legalmente reconhecida por Moreton e Diogo Cassels
·         Organizam-se os primeiros livros de registo paroquial, em função do reconhecimento pelas autoridades civis dos casamentos e funerais evangélicos

1877, Março 25

·         Inauguração da Capela Metodista do Mirante, à Praça do Coronel Pacheco, no Porto.


1880, Março 8

· Fundação, em Lisboa, da Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica, agrupando três igrejas da capital, a que em breve se juntariam outras

1880, Junho

· Cassels e parte da sua congregação aderem à Igreja Lusitana
· No momento da separação da Igreja Metodista, o Torne tinha 34 membros masculinos

1880, Dez.  2

· O Sínodo da IL licencia Cassels como “pregador secular”

1881, Março 25

· 1º Baptismo de Cassels (autorizado pelo Sínodo)

1882, Fev. 10

· O Pe. Guilherme Dias, que trabalhava com a Igreja Metodista, adere à Igreja Lusitana

1884, Março 10

· Diogo Cassels é ordenado Diácono

1892, Dez. 8

· Diogo Cassels é ordenado Presbítero

1894, Abril 15

· Inauguação da nova Capela de S. João Evangelista, no Torne